Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2006

“ O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.”

Fernando Pessoa

 

O Natal é para mim  uma época sempre algo complicada, por muitos motivos, fico sempre demasiado nostálgica, demasiado sensível, toda a euforia e ambiente que envolve o Natal deixa-me com vontade de adormecer uns dias antes de 25 e acordar depois do ano novo, seria muito mais fácil, mas sei que não pode ser então, tento seguir um pouco a onda geral, embora muitas vezes não consiga resistir a procurar refugio no meu canto interior.

 

O ano que está a findar foi sem dúvida um ano cheio de emoções, todas vividas com muita intensidade, cada momento,  cada uma das pessoas que ao longo do ano passaram por mim, teem um lugar no meu coração.

 

Foi um ano de mudanças dentro de mim, o tomar consciência que a vida está a passar depressa demais, que o tempo que não aproveitei de alguma forma não voltará nunca mais, depois de tudo o que se desenrolou após esta minha tomada de consciência, valeu a pena ter sido vivido, as lembranças boas guardarei para sempre, as menos boas serão lembradas como lições. Tudo tem o seu devido lugar.

 

Conheci algumas pessoas que me marcaram para sempre, uma com quem me envolvi me mostrou um mundo um tempo um espaço que julgava não ser possível para mim, andei durante algum tempo numa espécie de nuvem, onde me senti muito bem, vivemos juntos um tempo para mim maravilhoso, uma espécie de sonho, como todas as coisas teve o seu tempo o seu espaço, nunca imaginei que seria para sempre, ambos tínhamos outras vidas, algum dia teria de acordar deste sonho e descer da minha nuvem, aconteceu não da melhor forma, sem perceber muito bem como acordei do meu sonho, foi um tempo difícil que felizmente estou a conseguir ultrapassar da melhor maneira que sei, conto com a ajuda de grandes amigos que sempre me apoiaram mesmo sem saber o que se passava e com a ajuda de uma grande mulher que entretanto conheci, quando sem nenhuma de nós saber nos vimos ambas envolvidas numa mesma situação.

 

Aprendi algumas lições neste ano e sei que me tornei numa mulher mais forte, mais madura, de pés bem assentes na terra, com imensos sonhos é verdade, mas muito mais consciente também, das coisas e pessoas que me rodeiam, agradeço a todos a paciência que tiveram ao longo desta fase menos boa que atravessei, eu sei que andei uma autentica seca para todos.

 

Espero que o próximo ano seja para todos nós, um ano cheio de paz e esperança.

 

Bjinhos

 

Ana



publicado por devaneiosmeus às 10:47
Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2006

Vida…caminhada nem sempre muito fácil, mais para uns que para outros… quase todos nós tivemos sonhos, desejos que por um motivo ou outro fomos deixando para trás pelos mais diversos motivos, porque a altura não era a melhor, não tínhamos tempo, as condições económicas não ajudaram, havia algo mais importante para fazer com aquele dinheirinho que sobrou, porque tivemos de pensar primeiro no pai na mãe nos filhos nos companheiros em tantas outras coisas ou porque o que sonhamos está mesmo fora do nosso alcance pertence a um mundo que não é nosso, que nós simplesmente estamos habituados a ver por pequenas janelas que de vez em quando se abrem e se fecham logo de seguida, mais depressa do que se abriram ou por tantos outros motivos nem sei…

 

Sinto por vezes que passamos a maior parte do tempo a adiar a Vida…para um dia com mais calma, com mais tempo para nós, quando o que está a nossa volta não necessitar de tanta atenção…e de repente um dia acordamos e olhando ao redor, sentimo-nos quase como espectadores da nossa própria Vida…falta a coragem para mudar ou então passamos a pensar que já não vale a pena, já é tarde…

 

Outras vezes sinto que se olhar a minha volta com olhos de ver realmente, não terei grandes motivos para me queixar…se pensar em crianças sem amor, em mulheres maltratadas, nos idosos de olhar triste que esperam apenas, um dia atrás do outro…tantas misérias com que somos confrontados todos os dias… a minha Vida tem tidos momentos maravilhosos, tenho-me cruzado com pessoas lindas,  amigos com quem posso contar todos os dias, sei que tenho um lugar no seu coração, familiares que como em todas as famílias existem alguns problemas, mas que no fim sei que podemos contar uns com os outros, uma filha que amo acima de tudo, a minha neta pequenina, linda o meu orgulho, o meu amor.

 

Então comparado com tantas coisas boas o que são alguns sonhos adiados, alguns desejos por realizar…este texto comecei a escreve-lo já uns dias atrás e hoje depois de uma conversa com uma grande amiga, constatei que o que tenho é realmente muito mais importante…

 

Não deixarei de sonhar nunca…mas vou estar mais atenta ao que tenho, ao que está ao meu alcance…os sonhos, os desejos irei lutar por eles com calma, sem precipitações, tenho tempo…se pensar nas estatísticas, a esperança média de vida até é agora superior, ainda tenho na minha frente alguns anos…

 

Com calma um dia lá chegarei...

Bjinhos

Ana

 



publicado por devaneiosmeus às 13:59
Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2006

 

Está um dia lindo de sol

Quero caminhar sem rumo

Sem pensar em nada em especial

Apenas caminhar...e pensar

Em mim…em ti…na vida

 

Caminhar pela praia

Olhar o mar

Deixar-me embalar pelo sussurro das ondas

Fazer com os sussurros e os salpicos

Uma bela canção

Que irei escutar mais logo

Quando a noite chegar

E o sonho me envolver nos teus braços

 

Caminhar pelo campo

Pisar a erva fresca

Sentir o cheirinho de terra molhada

O aroma das flores

O canto dos passarinhos

Os murmúrios das arvores

Fazer com odores e sons um poema

Para mais logo

Juntos em sonhos…escutarmos os dois

 

Tudo me embala

Tudo me faz sonhar

Basta fechar os olhos e imaginar…

Eu…tu…e uma bela canção.

Música e poema

Soletrados a uma só voz

 

Embalados no sonho

Bocas unidas num beijo doce

Sem fim…com sabor de quero mais

Mãos que se tocam

Descobrindo a magia de dedos entrelaçados

Corpos quentes apertados num abraço

Promessas de carícias ardentes…

 

Sonhar…é viver

Quero viver…logo sonho…

 

Como diz o poeta “O sonho comanda a vida”

Bjinhos

Ana



publicado por devaneiosmeus às 14:15
Quarta-feira, 06 de Dezembro de 2006

Hoje deixo aqui este poema que ouvi, numa situação um pouco triste, mas que me transmitiu a mim e aos demais presentes uma sensação de paz e serenidade, espero que gostem.

REFLEXÃO TOTAL

 

"Recolhi as tuas lágrimas

Na palma da minha mão,

E mal que se evaporaram

Todas as aves cantaram

E em bandos esvoaçaram

Em torno da minha mão.

Em jogos de luz e cor

Tuas lágrimas deixaram

Os cristais do teu amor,

Faces talhadas em dor

Na palma da minha mão."

 

António Gedeão

Bjinhos

Ana

 



publicado por devaneiosmeus às 13:48
Terça-feira, 05 de Dezembro de 2006

Acreditar num ideal

Acreditar num sonho

Acreditar nas palavras

Acreditar nos homens

Acreditar que vale a pena viver

 

Acredito na busca constante da felicidade, da realização pessoal sempre, sem atropelos e com muito respeito por tudo e todos.

Acredito que existe em algum lugar uma alma que pensa e sente como eu.

Acredito em todas as palavras desde saiam os sons pela boca, sejam sentidas pelo coração e a expressão destas duas formas seja acompanhada pelo olhar, tudo em perfeita harmonia.

Acredito nos homens e mulheres de boa vontade que existem em todo o lado, acredito que em cada ser humano haverá algo de bom, o melhor de cada um virá sempre ao de cima basta olhar com atenção e com vontade de ver realmente.

Acredito que vale mesmo a pena viver e aproveitar cada segundo desta dávida maravilhosa.

 

“Cada dia é uma pequena vida”

Bjinhos

Ana

 



publicado por devaneiosmeus às 14:16
mais sobre mim
Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14
15
16

17
18
19
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30

31


arquivos
2010

2009

2008

2007

2006

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO