Quarta-feira, 11 de Abril de 2007

 

Uns tempos atrás quando numa altura menos boa da minha vida, pensei em criar este espaço, imaginei que seria como um amigo a quem poderia contar as minhas histórias, as pequenas e grandes vitórias, gritar as minhas angústias, contar os meus medos e sonhos, libertar as minhas emoções sem me preocupar em mostrar a minha verdadeira forma de ser e sentir, mas não é fácil, quando se começa a andar por aqui neste universo virtual, encontram-se, lêem-se tantos textos, poemas maravilhosos, que o que eu pensei escrever deixa de fazer sentido.

 

Quando me deparo com determinados textos penso, era exactamente isto que queria dizer, exactamente desta forma que queria transmitir o meu sentir e opinião, mas as palavras não saem, não encontro os termos para me exprimir, os assuntos parecem já estar todos esgotados, dir-me-ão que existem mil maneiras de transmitir algo, mas continuo sem achar o tema ou palavras certas.

 

Para escrever sobre seja o que for tenho de me identificar de algum modo com o que transmito para o “papel”, tentar de algum modo transmitir algo de mim, como não consigo, fico parada, perdida com uma imensa página em branco.

 

Não sou de modo nenhum uma conversadora, considero-me muito mais uma observadora, admiro francamente quem de qualquer assunto consegue estabelecer uma grande conversa, mas também sei que aqui neste espaço se não escrever, é como se estivesse num longo silêncio e a ninguém interessa quem se mantém calado quieto sem opinião, mas sei que antes de agradar aos outros temos de nos sentir bem connosco próprios.

 

Resolvi então colorir com letras esta página em branco…deixar que o colorido das letras alegre esta pagina que se sente meio triste, mesmo que não se saiba expressar muito bem e não encontre para tal um motivo…

 

Todos temos dias assim de páginas em branco, repletos de silêncios…também estes dias são necessários, são tempos de interiorizar sentimentos de recordar vivências…fazer um balanço interior…

 

Estou em silêncio…a colorir a minha página…

 

Bjinhos

Ana



publicado por devaneiosmeus às 14:33
Ola Ana.
E não podias te ter expressado melhor, nem sempre estamos inspirados, nem sempre as palavras saiem como queremos, e nem sempre aquilo que pensamos em dizer se consegue transmitir.
Vou-te deixar um pequeno segredo que me ajuda com alguma frequencia, senao sempre!
Quando escrevo, ouço musica.... escolhida um pouco atraves do meu estado de espirito naquele momento, ajuda-me a libertar o pensamento e a transmiti-lo para o "papel"...
E voilá. Espero que te ajude.

Um para ajudar...
FlordeLis a 11 de Abril de 2007 às 17:50

Obrigado pelo teu conselho amigo, a música é sem dúvida um argumento inspirador, por motivos pessoais estou quase sempre envolvida com música e músicos, adoro a magia do ambiente e da envolvência que nos une numa grande familia.
Eu é que ando mesmo sem ideias nenhumas, mas tb sei que elas vão acabar por aparecer.
Bjinhos
Ana

mesmo que já tenham dito o que sentes, mesmo que saia igual ao que já foi dito, vai escrevendo, acrescentando alguma cor a estas páginas, a esta vida...
;)
Patrícia a 11 de Abril de 2007 às 21:04

Obrigado Patricia pela tua visita e palavras simpaticas, sabes que nem sempre estamos no nosso melhor, temos dias, momentos menos bons, acabarei por superar...A vida só vale mesmo a pena se for bem vivida e muito colorida.
Bjinhos
Ana

Talvez eu seja uma das pessoas daqui deste mundo que melhor te conheçe interiormente, pois como ambas sabemos já passámos por algumas situações desagradáveis para as duas. Quando te conheçi pessoalmente, pude constatar que realmente és muito mais observadora do que conversadora, ao contrário de mim que pareçe que tenho sempre a boca aberta que às vezes até mete raiva!
Mas apesar de seres pouco conversadora ou escreveres pouco como tu dizes, sempre que o fazes é com alma, com sentimento e muito acertadamente e eu sempre ouvi dizer que mais vale falar pouco e acertar do que falar muito e nada dizer. Em relação a mim e apenas posso falar em meu nome, como é lógico, sempre tens a palavra certa na altura certa e mesmo quando estamos dias quase sem falar, sinto que ambas sabemos que estamos ali para o que der e vier.
Por isso minha querida amiga e desculpa o testamento, na tua vida nunca haverão páginas em branco, porque és um ser humano excepcional, que se preocupa com os outros, tens uma família maravilhosa, tens amigos que te adoram, tens os teus "meninos" que te tratam como a irmã mais velha e mais um sem número de coisas que tornam sem dúvida a tua existência muito muito colorida. Por mim espero ser sempre um risquinho bem colorido no teu arco-irís!
E um conselho, se é que mo permites: acredita mais em ti, nas tuas potencialidades e preocupa-te menos com os outros, sobretudo com aqueles que não mereçem a tua preocupação para com eles.
Sê feliz, eu cá estarei para te ajudar, já sabes que sou a palhaça de serviço!!!!
Bjokas mt grandes, de coração e sem impostorices (tu sabes)
Madalena
apenasMadalena a 12 de Abril de 2007 às 10:45

Pois e depois sou eu que sou lamechas, né....
És uma amiga 5 estrelas sempre presente, sei que me desejas o melhor do mundo, como eu te desejo a ti...sei que tenho amigos que gostam de mim e uma familia linda que adoro, mas tenho tb outras coisas, outros sonhos que tb conheces que me deixam meio inquieta e perdida muitas vezes. Tb sabes que é sempre por pouco tempo, sou super calma, gosto de tranquilidade, na maior parte do tempo, por isso estas minhas fases passam depressa (como costumo dizer dá-me forte mas passa depressa )
Obrigado por estares sempre aí, não como palhaça de serviço, podes fazer umas brincadeiras de vez em quando, mas como a grande amiga que és...de mim já sabes que estou sempre aqui
Beijos do tamanho do mundo
Ana

pelicilina
marom
vacularei
dematologinu
ensfrenar
Anónimo a 20 de Março de 2010 às 13:35

Interessante...mas se puderes traduzir agradeço..Fico a espera e volta sempre que tenhas vontade.

gjjggngnhkfvbhnjhgtgfhjg
jjlingfn
22635356625
kjklkjjjjkiilokjhyujnmgm
Anónimo a 20 de Março de 2010 às 13:36

Comentário surpreendente..
Obrigado.
Volta sempre

mais sobre mim
Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


arquivos
2010

2009

2008

2007

2006

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO